13 de maio de 2009

era uma vez #6 - belleatec

belleatec
O belleatec surgiu como um projeto de Tarcila Broder, do Rio, e do produtor mineiro Paulo Beto. Mas só tomou a forma que inspira este post, tempos depois, com a entrada de Rodrigo Gorky e Corey Cunninghan. Exatamente isso: Rodrigo, que hoje está no Bonde do Rolê, e o Corey, agora no ótimo Magic Bullets. Sempre me lembro de uma história engraçada: quando conheci o Rodrigo, comprou o Pet Sounds, lá nas Grandes Galerias, aqui em São Paulo, e ficou completamente enlouquecido, o olho cheio d’água. Morava em Curitiba na época.

Tetra Pak, único registro distribuído pela banda, quase virou um 7’’ pela Elefant, de Madrid. Uma pequena obra-prima, com três músicas, todas entre o pop e o eletroacústico. “Caos”, “Sophia” e “Tetra Pak” são inteligentes, bonitas, pra frente, uma MPB Morr Music. Não à toa foi parar nas mãos do John Peel, entrando para a programação da Radio 1, da BBC. Recentemente, preparando a coletânea Pero esse olor en el cuarto del piano, fui surpreendido com a presença do belleatec entre as principais influências do supercombo Boom Boom Clan, de Caracas.

Roubando a citação que a Tarcila incluiu no myspace póstumo da banda: “como diria o Jean Cocteau, não existem os precursores, existem apenas os atrasados.
Rodrigo Maceira







[MP3: belleatec - caos]
myspace.com/belleatec

Um comentário:

rodrigo disse...

que incrivel, nao tinha visto o post! :)